3 de jul de 2013

Thomás de Aquino - Vida e Obra

Tomás de Aquino viveu de 1221 a 1247. Considerado umas das figuras mais importantes da Escola Escolástica – filosofia medieval – tornou-se magister  de Teologia na Universidade de Paris e lecionou como visitante em diversas Universidades da Europa (Nápoles, Colônia, Paris, etc).
“Boi Mudo”. Foi o apelido que recebeu de seus colegas devido a ser corpulento e estar sempre calado. Teve como mestre o conceituado filósofo Alberto Magno, que, após ver uma resolução de Tomás de Aquino para um problema teológico, declarou: “Este, a quem chamamos de boi mudo, mugirá tão forte que será ouvido no mundo inteiro”.

Na obra de Tomás de Aquino, é visível o intuito de conciliar os valores da fé com os valores da razão. Influenciado por Aristóteles, contrapôs duas correntes filosóficas: a dos Franciscanos contra a dos Averroístas. A primira seguia a linha místico-platônica, já a segunda louvava a crença do pensador árabe Averróis.

A obra de Tomás de Aquino é extensa, porém, podem ser citados como seus livros mais importantes: Suma Contra os Gentios, Questões Sobre a Verdade e a Suma Teológica, que ficou incompleta devido ao falecimento de Tomás de Aquino.

Vindicando o equilíbrio entre razão e fé. São Tomás de Aquino criou o Tomismo. Este seria o princípio de exclusão e junção entre as duas correntes. Segundo palavras do próprio autor, encontradas no livro “Entre a Fé e a Razão Deus Não Reconhece Divergências”: “Embora a verdade da fé cristã ultrapasse a capacidade da razão, os princípios naturais da razão não podem estar em oposição a essa verdade”.

Retirado de: http://www.infoescola.com/filosofos/tomas-de-aquino/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...