3 de mai de 2011

Anaximandro de Mileto e o princípio indeterminado

 O filósofo, astrônomo grego e pré-socrático nasceu em 610 a.C em Mileto, atual Turquia, e faleceu em 547 a.C, na mesma região. Anaximandro  foi discípulo de Tales, sendo-lhe conferida a autoria da descoberta da obliqüidade da eclíptica, a introdução do quadrante solar e a invenção de mapas geográficos.

Na Ásia Menor, a cidade de Mileto era uma das mais importantes, foi conquistada pelos Lídios e destruída pelos persas, e depois, no século 10, por um terremoto. Anaximandro estudou na Escola de Mileto.

Anaximandro defendia a idéia da existência do “apeíron”, elemento infinito e indestrutível que geraria todos os seres e componentes finitos. Segundo seus estudos, os seres vivos teriam surgido a partir do barro.



É creditado a Anaximandro a idéia de centralidade do planeta Terra no Universo, e a medição dos solstícios e dos equinócios nos trabalhos de medição da distância entre estrelas. Em sua época, o filósofo introduziu a idéia de lei aplicada à natureza, no intuito de explicar o surgimento e o desaparecimento das substâncias.

Segundo Anaximandro, os elementos naturais pagavam pelas injustiças ocorridas no mundo. Nesta época, os filósofos gregos pensavam o universo e a imagem do cosmo sócio-político, a igualdade entre os homens também era verificada entre os elementos naturais.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Confira esta video-aula, do professor Gilson Azevedo, disponível no YouTube. O vídeo tem um pouco mais de 7 minutos, mas é bem esclarecedor.


Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...